Curiosidades

10 Curiosidades sobre o Catar, sede da Copa do Mundo de 2022.

Com a proximidade para o para o início da Copa do Mundo de Futebol 2022, competição que este ano será sediada no Catar, apaixonados por futebol pelo mundo todo aguardam ansiosamente para assistir e torcerem por seus jogadores preferidos disputarem o prêmio mais importante do futebol.

Mas o que é que nós sabemos sobre esse país? No ramo do futebol, o Catar nunca chegou nem perto de ser uma potência e agora receberá todos os holofotes do mundo. Portanto, é interessante conhecer um pouco mais sobre o país onde o Brasil fará de tudo para conquistar seu hexa campeonato. Logo, fique por dentro e confira curiosidades sobre o Catar.

1. Primeira Copa do Mundo no Oriente Médio

A copa do mundo em sua 22º edição, esta é a primeira vez que a Copa do Mundo será realizada no Oriente Médio, que abriga o Afeganistão, a Arábia Saudita, o Barein, o Catar, os Emirados Árabes Unidos, o Iêmen, o Irã, o Iraque, Israel, a Jordânia, o Kuwait, o Líbano, Omã, a Síria e a Turquia. A escolha ocorreu por questões turísticas, estruturais e econômicas, já que o pais é considerado um dos mais ricos do mundo.

2. Catar é pequeno, porém rico.

Existe uma dúvida comum do porquê um evento como a copa do mundo dentre tantos países que pertencem ao Oriente Médio, ele foi cair em um país tão “pequeno”. O Catar possui apenas 11.571 km2, praticamente metade do tamanho de Sergipe (o menor estado brasileiro), tendo uma população um pouco maior que o Sergipe. E a razão da escolha do Catar parece estar no âmbito econômico.

Em termos proporcionais, o Catar é considerado um dos países mais ricos do mundo. Graças ao petróleo, o Produto Interno Bruto (PIB) do Catar chega a quase US$ 180 bilhões. Sergipe por exemplo, possui um PIB de US$ 8 bilhões.

 Realizando uma comparação com Mônaco, outro país que é pequeno e muito rico, o PIB do Catar é um mais de 29 vezes maior.

3. Devido ao calor intenso a disputa da Copa do Mundo para novembro.

Sendo localizado no hemisfério norte, o Catar tem o seu verão no meio do ano. E não é um verão comum, as temperaturas oscilam entre 40ºC e 50ºC. Por conta disso, a Copa do Mundo será realizada pela primeira vez da história no fim do ano, fugindo do padrão do meio de ano que acontece desde o Uruguai em 1930 e tendo seu início em novembro.

Durante os jogos, os estádios estarão climatizados, pois mesmo durante o inverno o país ainda registra uma média de temperatura por volta dos 40ºC.

4. O Catar e a sua pouca tradição do futebol

Diferente das Copas do Mundo anteriores, o evento deste ano acontecerá em um país sem uma tradição estabelecida no futebol. Sendo a sua primeira participação na competição provinda por ser o país sede.

Embora acabe fugindo do padrão da FIFA em adotar países com uma certa relação com o futebol, o Catar pretende usar o evento pra melhorar a qualidade do esporte no país e se colocar como um polo futebolístico.

5. Última competição no formato tradicional.

A copa do mundo possui um padrão de número de participantes da competição que são 32 países, porém após a copa do mundo do catar, a FIFA já anunciou um novo formato que entrará em vigor em 2026 na copa do México, Estados Unidos e Canadá que terá 48 seleções.

6. Regras e restrições para o consumo de álcool.

Embora não seja proibido, o consumo de álcool no Catar é restrito a hotéis e casas noturnas. Os torcedores que viajarem para a Copa do Mundo estarão proibidos de levarem bebidas alcóolicas nas malas e também de comprar na única loja autorizada que permite o acesso controlado a quem quiser comprar para o consumo em casa.

7. Uma versão um pouco diferente do fim de semana.

Em maior parte do mundo ocidental, há cinco dias úteis e dois dias para o fim de semana. Sendo algo instintivo é comum associarmos os dias do fim de semana sendo o sábado e o domingo, certo? Porém, um fato curioso é que no Catar, os dias de fim de semana são respectivamente as sextas e aos sábados.

Isto acontece pelo fato da maioria dos países dos Emirados Árabes Unidos não ter os fins de semana padrões que o Ocidente conhece. No Islã, a sexta feira é considerada um dia abençoado, e muito desses países, incluindo o Catar, não trabalham nesses dias. A semana de trabalho comum começa a partir do domingo e tem o seu fim as quintas feiras.

8. A ilustre cidade de Lusail.

Lusail, no Catar, é uma cidade com uma área de apenas 38km2 que foi construída do zero no meio do deserto. O projeto já existia desde 2005, porém quando o país foi escolhido como sede da copa, o governo optou por acelerar o processo de construção. Para tirar do papel esse objetivo houve um investimento de US$ 45 bilhões, a cidade é considerada uma das mais luxuosas do planeta.

Um dos destaques da cidade é seu estádio que possui uma capacidade para 80 mil pessoas e será o maior estádio da Copa do Mundo de 2022. Sendo assim, o estádio de Lusail receberá 9 jogos, sendo dois deles o jogo de abertura e a final da competição.

9. Ras Abu Aboud, o primeiro estádio desmontável na Copa do Mundo.

A Copa do Mundo do Catar terá o primeiro estádio desmontável da história. O estádio Ras Abu Aboud, em Doha, é sustentável e foi construído utilizando containers navais reciclados. Com uma capacidade para 40 mil pessoas, o estádio foi construído especificamente para a competição e será desmontado imediatamente após o encerramento da Copa.

10. O encontro do mar e o deserto.

As dunas de um deserto são sempre impressionantes, porém Khor Al Adaid, ou mais conhecido como Mar Interior, é um deserto muito especial. A área que foi declarada reserva natural em 2007, é um dos poucos lugares do mundo onde o mar encontra o deserto. O Catar até tentou fazer com que a área seja declarada Patrimônio Mundial da UNESCO, mas atualmente ocupa apenas a lista provisória.

Posts Relacionados