Dicas

BDSM: O que é, e como utilizá-la para apimentar seu relacionamento?

Você provavelmente já deve ter ouvido falar no termo BDSM, mas você sabe o que realmente significa e como ele pode ser um meio para trazer uma maior diversidade em um relacionamento?

Interessante, não? Então, confira o conteúdo que preparamos especialmente para você tirar todas as suas dúvidas sobre o BDSM!

O que significa BDSM?

Para compreender esse universo, primeiramente é necessário entender o significado do termo. Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo, são os termos que compõe o BDSM, onde:

  • Bondage: Bondage é o nome dado para o ato de amarrar ou restringir os movimentos do seu parceiro ou parceira consensualmente para fins estéticos ou eróticos. Para a prática, são utilizados acessórios como algemas, cordas, fitas adesivas, mordaças e até mascarás.
  • Disciplina: A disciplina como o próprio nome já diz, consiste na obediência a um parceiro ou parceira que seja dominante. O participante que adere a disciplina pode gostar de ser humilhada verbalmente ou fisicamente (claro, desde que exista consentimento!)
  • Dominação: Dominação é um processo presente tanto no Bondade, quanto na Disciplina, já que a dominação se refere a pessoa que passa a ter o papel dominante durante a relação sexual, ou seja, a pessoa que pode dar ordens, amarrar o parceiro ou parceira, dar tapas ou até mesmo usar acessórios como chicote - lembrando sempre do consentimento do seu companheiro (a).
  • Submissão: Submissão é simplesmente o inverso do papel realizado na dominação, ou seja, é o ato de ser amarrada, humilhada, ter os seus movimentos restringidos e receber ordens do seu companheiro (a) que exerce o papel de dominação.
  • Sadismo: Sadismo está diretamente relacionado a dominação. Basicamente, trata-se do prazer sentido por uma pessoa ao causar dor em uma outra, seja com tapas ou chicotes por exemplo.
  • Masoquismo: Já o masoquismo se refere ao prazer sentido por uma pessoa por meio da dor, ou seja, caracteriza a pessoa que se satisfaz por meio de tapas ou o uso de chicotes, tendo relação direta com o sadismo.

Agora que o significado de cada termo que compõe o BDSM, que tal conferir algumas dicas que separamos para você sobre a prática do BDSM?

7 Dicas de como melhorar a sua prática de bdsm!

Crie uma palavra de segurança

A palavra de segurança ou “safeword” trata-se de uma palavra escolhida pelo casal para garantir a segurança do ato. Essa palavra é dita pela pessoa que é submissa quando há o desejo de interromper a prática e deve ser respeitada acima de qualquer coisa.

Existe alguma palavra específica para usar? Não, mas a dica é que não use palavras que possam possuir algum teor sexual e que sejam de fácil entendimento para evitar algum mal-entendido na hora do ato.

Um exemplo de uma situação problemática seria usando a palavra “pare”, pois ela pode ser facilmente mal interpretada e acabar não exercendo a sua função.

Acessórios

O uso de acessórios podem otimizar e trazer novos ares a sua prática do BDSM, mas lembre-se de procurar acessórios que ofereçam segurança e conforto. Existe uma infinidade de acessórios que podem ser escolhidos, como algemas, kit bondage, chicotes, coleiras e tudo mais. Que tal dar uma olhadinha nos acessórios de BDSM da Meame para alavancar o seu negócio? 

Confiança

Em qualquer relacionamento, seja no âmbito amoroso ou até mesmo em sociedade a confiança é um pilar que deve estar presente, e na prática do BDSM não difere. É preciso que você possua uma confia na outra pessoa e que faça você se sentir à vontade de forma completa.

Conhecimento

Para que tenha uma boa prática de BDSM, é necessário que você busque conhecimento. É indispensável conhecer o seu próprio corpo, a própria prática, o ambiente e principalmente a pessoa que irá lhe acompanhar nessa prática.

Esteja sempre alerta

Ter discernimento é um fator extremamente necessário durante a prática, pois é um fator irremediável saber identificar quais as sensações que estão passando, ou seja, se o seu parceiro (a) está sentido alguma dor, se está cansado ou sentindo prazer.

Conheça os papéis e aja como tal

 Como já mencionado anteriormente, os papeis durante a prática do BDSM são pré-estabelecidos, portanto é importante conhecer qual a sua função e como você pode exercer melhor.

Mudança de formação

Embora os papéis sejam definidos anteriormente nada impede que os papeis sejam alterados durante a própria experiência do casal. Assim o casal pode experimentar várias situações e viver experiências que irão apimentar o seu relacionamento.

Essas são as informações e dicas que separamos para vocês conhecerem um pouco mais desse universo, tal universo que pode mudar completamente a forma na qual a sua relação se comporta.

E ai, gostou? Fique ligado ao blog da Meame para outros conteúdos.

Fontes Bibliográficas:

Posts Relacionados