Negócios

Psicologia das cores e a importância das cores no Marketing!

As cores estão presentes desde o começo da nossa vida não é mesmo? Seja em nossas vestimentas, na alimentação, nos ambiente no qual estamos e em diversas outras formas. Por mais que possa parecer algo simples, desde o nosso nascimento as cores estão lá marcando presença. Desde o início da nossa educação as cores sempre estiveram presentes, seja aprendendo o significado de objetos e os associando por suas respectivas cores ou até mesmo na forma de nos expressarmos.

No âmbito empresarial a importância das cores não é diferente, muito pelo contrário, as cores possuem um papel extremamente importante que podem afetar completamente o desempenho do seu negócio. Por exemplo, é muito comum notar cores frias, suaves e claras em ambientes hospitalares, pois essa escolha de cores representa uma tranquilidade emocional e passam uma sensação de limpeza e organização.

Um outro exemplo, é a escolha de cores com tons chamativos em vermelho e amarelo em franquias de fast food. Essa decisão não é sem propósito, pois essas cores instigam à saciedade e alegria.

Entenda o que é psicologia das cores.

A psicologia das cores é um estudo que visa compreender a forma como o nosso cérebro se comporta com relação as cores, ou seja, qual é a influência que cada cor pode gerar nas pessoas, como alteração no humor, nos sentidos e até nos sentimentos das pessoas.

A história do uso das cores está ligado com o próprio desenvolvimento da humanidade, onde a primeira utilização registrada do uso das cores são as pinturas rupestres. Contudo, foi apenas 1672, com Isaac Newton que o estudo das cores teve o seu início, entretanto o estudo de Newton visou apenas as cores como um fenômeno físico, não atribuindo o seu fator psicológico.

Depois disso, o aspecto psicológico das cores e como elas podem afetar as emoções humanas passou a ser estudado com o filósofo alemão Johann Wolfgang von Goethe em 1810.

A psicologia das cores em sua essência no seu negócio.

A forma no qual as informações que nos são disponibilizadas variam como são absorvidas por cada pessoa e, desta forma, um estudo de utilização das cores pode ser uma excelente e precisa estratégia de marketing.

Segundo a especialista Santyendra Singh, da universidade de Winnipeg no Canadá, a cor é uma informação necessária e muito influente em uma decisão de compra.

As pessoas geralmente fazem o seu julgamento em um produto em apenas 90 segundos com interação com o produto, e acreditem! 62% a 90% desses julgamentos é baseado na cor.

Outro ponto que os clientes costumam observar durante esse período de decisão é a própria logo da sua marca, ou seja, a psicologia das cores também é presente na hora de criar o Branding da sua empresa, um exemplo disso é que quando pensamos em marcas com a cor vermelho rapidamente lembramos da Coca-Cola não é mesmo? Com base nisso, podemos notar a influência das cores em até como a sua marca pode ser lembrada.

Diante disso, a psicologia das cores se torna presente até mesmo na identidade da sua marca e no que ela representa, se tornando extremamente importante um estudo das cores pra saber qual delas representa melhor o seu negócio.

As cores e o que elas representam.

Vermelho

O vermelho é uma cor quente e intensa e atrai bastante atenção, pois é uma cor que se destaca e por esse motivo é comumente usada em sinalizações de trânsito, o vermelho representa fortes emoções antônimas como o amor e o ódio, boas e más intenções, o perigo e também representa o erotismo e a sedução.

Laranja

Na psicologia das cores, o laranja desempenha na maioria dos casos um papel secundário, utilizada em conjunto com o próprio vermelho ou até mesmo com o amarelo. Ela representa o humor, otimismo e o entusiasmo.

Amarelo

O amarelo por sua vez, é a cor da mente e do intelecto, ela representa o conhecimento, confiança, relaxamento, o otimismo, dinamismo e estimula a concentração. Essas 3 cores já citadas, são facilmente encontradas no ramo alimentício por despertar a fome e o interesse do seu público alvo.

Verde

O verde é uma cor facilmente ligado a natureza, além dessa primeira imagem que temos da cor verde, ela também representa a harmonia, a saúde e a cura, o equilíbrio, crescimento e a esperança. Um exemplo do uso de cor verde é em marcas que apoiam a sustentabilidade e até mesmo em hospitais, clinicas e laboratórios.

Azul

O azul é uma cor que pode ter o seu uso variado com base se é utilizado o azul claro que representa o frescor, a pureza, remete ao sucesso e a liderança. Já em tons mais escuros o azul assume o papel de poder, segurança e até mesmo representando a fé, a paz, a verdade e a espiritualidade.

Roxo

A cor roxa representa o mistério e a magia, intimidade, implica a riqueza e até mesmo a realeza, também representa a vaidade e junto com o vermelho também é associada ao erotismo e aos desejos sexuais.

Rosa

O rosa é uma cor delicada que remete a pureza, a infância e a inocência. Em tons mais escuros é ligado à sensualidade, charme, ao amor e ao romantismo. Historicamente o rosa sempre foi uma cor ligada mais ao público feminino, contudo esses paradigmas estão enfraquecendo cada vez mais e o rosa está se tornando mais presente no público masculino.

Branco

O branco é associado a limpeza, pureza, a neve, paz, a pureza, respeito, simplicidade e a humildade.  O branco representa o novo, como uma tela na qual ainda vai ser esboçada por algo que temos em mente. 

Preto

O preto está associado com a força, elegância, noite e o mistério, transmite modernidade, tradição e a sofisticação. Por também ser uma cor neutra, o preto consegue se adaptar e trabalhar bem em conjunto com outras cores.

Dourado

O dourado é uma cor historicamente ligada ao ouro e por isso podemos associar ela a riqueza, a extravagância, a prosperidade e a grandeza, porém também podemos relacionar com o amarelo pelo fato do dourado ser uma cor derivada do amarelo.

Deu pra compreender melhor a importância das cores? Não somente no âmbito pessoal, mas também no ramo profissional e como a escolha correta das cores pode influenciar e impulsionar o seu negócio?

E ai, gostou? Fique ligado ao blog da Meame para outros conteúdos.

Fontes Bibliográficas:

Posts Relacionados